Super Frases

NO TRIBUNAL
Sexta-Feira, 23.05.2008, 01:55pm (GMT-3)

Um homem vai ao tribunal acusado de morte de sua esposa. Ele confessa o assassinato, mas alega em sua defesa uma besteira machista muito usada no Brasil até os anos 70: a tal “legítima defesa da honra”. O Juiz vê que alguns detalhes do processo estão meio vagos e resolve interrogar o homem:

- O senhor está diante desta corte para responder a acusação de assassinato de sua esposa. O que o senhor tem a dizer em sua defesa?

- Bem, meritíssimo... – explica o cara, muito constrangido - eu voltei para casa um pouco mais cedo que de costume e encontrei minha mulher na cama com meu melhor amigo. Daí eu não resisti e matei minha mulher. Isto é tudo que eu tenho a dizer...

O Juiz estranha a forma resumida com que o homem se

referiu ao crime. Voltou a folhear o processo e comentou:

- Estranho... No processo não fala nada sobre o seu amigo. O que o senhor fez com ele?

– Prefiro não comentar, Meritíssimo. Matei minha mulher e pronto...

O Juiz não se conforma:

- É importante sabermos os detalhes, até para o bem de sua defesa.

- Está bem, doutor... O que o senhor quer saber:

- O que você disse ao seu melhor amigo!

- Bem, Meritíssimo... Eu apontei o dedo para ele e disse: Rex, cachorro feioso! Cachorro feioso!!