Super Frases

Antonio Marcos - Fim de primavera
Quarta-Feira, 21.05.2008, 07:35pm (GMT-3)

Abre a janela,
Puxe a cortina,
Contemple a noite,
Lembre de mim!
Olhe no vento,
As folhas secas,
É primavera
Chegando ao fim!

Abre a janela,
Ninguém nos vê.
Minha saudade,
Vai te beijar!
Puxe a cortina
do pensamento,
Deixa a esperança
te abraçar!

Veja vagando,
Beirando a rua,
Um fragmento
na luz da lua!
Sou eu sofrendo,
Dentro da noite,
Qual sentinela
da imagem tua!
Sou eu morrendo,
Ardendo em fogo,
É fim de jogo,
É fim de tudo!

Abre a janela,
Ninguém nos vê.
Minha saudade,
Vai te beijar!
Puxe a cortina
do pensamento,
Deixa a esperança
te abraçar!

Veja vagando,
Beirando a rua,
Um fragmento
na luz da lua!
Sou eu sofrendo,
Dentro da noite,
Qual sentinela
da imagem tua!
Sou eu morrendo,
Ardendo em fogo,
É fim de jogo,
É fim de tudo!

Abre a janela...
Abre a janela...
Abre a janela...