Super Frases

Cézar e Paulinho - Viajante solitário
Quarta-Feira, 14.05.2008, 09:04pm (GMT-3)

 

Sou viajante solitário
Que carrega o seu rosário
No painel do caminhão

Sou um honesto brasileiro
O melhor caminhoneiro
Que cruza este sertão

Eu nasci pra ser viajante
Eu sou cobra no volante
Com muitas léguas de chão

Meu trucadão barra pesada
E no salve rei da estrada
Nunca perde a direção

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar

Sou o artista da estrada
Representa quase nada
Distância pro caminhão

Sou estradeiro de verdade
Passo e deixo uma saudade
Sempre chora um coração

Eu piso fundo, sigo avante
Solto as rédeas do possante
Ela na imaginação

Coração de saudade carregado
Muito, muito mais pesado
Que a carga do trucão

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar

Sou viajante solitário
Que carrega o seu rosário
No painel do caminhão

Sou um honesto brasileiro
O melhor caminhoneiro
Que cruza este sertão

Eu nasci pra ser viajante
Eu sou cobra no volante
Com muitas léguas de chão

Meu trucadão barra pesada
E no salve rei da estrada
Nunca perde a direção

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar

Sou o artista da estrada
Representa quase nada
Distância pro caminhão

Sou estradeiro de verdade
Passo e deixo uma saudade
Sempre chora um coração

Eu piso fundo, sigo avante
Solto as rédeas do possante
Ela na imaginação

Coração de saudade carregado
Muito, muito mais pesado
Que a carga do trucão

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar

Sou viajante solitário
Que carrega o seu rosário
No painel do caminhão

Sou um honesto brasileiro
O melhor caminhoneiro
Que cruza este sertão

Eu nasci pra ser viajante
Eu sou cobra no volante
Com muitas léguas de chão

Meu trucadão barra pesada
E no salve rei da estrada
Nunca perde a direção

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar

Sou o artista da estrada
Representa quase nada
Distância pro caminhão

Sou estradeiro de verdade
Passo e deixo uma saudade
Sempre chora um coração

Eu piso fundo, sigo avante
Solto as rédeas do possante
Ela na imaginação

Coração de saudade carregado
Muito, muito mais pesado
Que a carga do trucão

Sou qual buzina de um comboio
Que madruga todo dia
Minha vida é viajar

Sou o amor que alguém espera
Sou portador da alegria
Quando é hora de chegar