Menu
Amizade
Amor
Aniversário
Chat
Clipes
Comemorativas
Cumprimentos
Datas Comemorativas
Desculpas
Felicidade
Frases Diversas
Humor
Letras de Música
 » A
 » B
 » C
 » D
 » E
 » F
 » G
 » H
 » I
 » J
 » K
 » L
  » Legião Urbana
  » Leila Pinheiro
  » Lobão
  » Luiz Melodia
 » M
 » N
 » O
 » P
 » Q
 » R
 » S
 » T
 » U
 » V
 » W
 » X
 » Y
 » Z
 » 0-9
Mural de Recados
Pára-choque
Reflexão
Relacionamento
Religiosas
Sabedoria
Saudade
Toques Grátis
Profissões


 
Letras de Música » L » Leila Pinheiro 

Leila Pinheiro - Monte Castelo

Ainda que eu falasse a língua do homens.
E falasse a língua do anjos, sem amor eu nada seria.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.
O amor é bom, não quer o mal.
Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver.
É ferida que dói e não se sente.
É um contentamento descontente.
É dor que desatina sem doer.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É um não querer mais que bem querer.
É solitário andar por entre a gente.
É um não contentar-se de contente.
É cuidar que se ganha em se perder.

É um estar-se preso por vontade.
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade.
Tão contrário a si é o mesmo amor.

Estou acordado e todos dormem todos dormem todos dormem.
Agora vejo em parte. Mas então veremos face a face.

É só o amor, é só o amor.
Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse a língua dos homens.
E falasse a língua do anjos, sem amor eu nada seria


Enviar esta Frase / Mensagem para Alguém

Comentários (0)        Imprimir        Topo

Mais Frases / Mensagens:
. Leila Pinheiro - Nada por mim (29.05.2008)
. Leila Pinheiro - Verde (29.05.2008)
. Leila Pinheiro - Coração vagabundo (29.05.2008)
. Leila Pinheiro - Serra do luar (29.05.2008)
. Leila Pinheiro - Catavento e girassol (29.05.2008)
. Leila Pinheiro - Uma voz na vento (29.05.2008)

 
Buscar