Super Frases

Perdão
Quarta-Feira, 02.04.2008, 11:35am (GMT-3)

"Eu, Eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de Mim, e dos teus pecados não Me lembro." Isaías 43:25

Você já sentiu a necessidade de ser perdoado...

Ou, talvez, de perdoar?

Conheço muitas pessoas que ficam estagnadas no presente por estarem ligadas a alguma coisa do passado, ou não são capazes de perdoar, ou não aceitam o fato de terem sido, realmente, perdoadas.

Certa vez, ouvi a historia (ou lenda) de um padre, de uma pequena paróquia do Meio oeste dos Estados Unidos, que havia cometido um pecado na juventude e, segundo ele, um pecado terrível.

Apesar de ter pedido perdão a Deus, ele passou a vida toda carregando o peso daquele pecado.

Não sabia ao certo se Deus o perdoara.

Certo dia, ele ouviu falar de uma senhora idosa de sua paróquia que costumava ter visões.  

Contaram-lhe que, durante essas visões, ela conversava com Deus.

Depois de algum tempo, o padre reuniu coragem suficiente para visitar aquela senhora.

Ela o convidou a entrar e lhe ofereceu uma xícara de chá.

Quando a visita estava chegando ao fim, ele pousou a xícara da mesa e fitou a mulher nos olhos.

- É verdade que a senhora costuma ter visões? – ele perguntou

- Sim – ela respondeu

- É verdade também que... Durante essas visões... A senhora conversa com Deus?

- Sim – ela tornou a responder

- Bem... Da próxima vez que a senhora tiver uma visão e conversar com Deus, poderia fazer-lhe uma pergunta?

A mulher olhou para o padre com ar de curiosidade.  

Ninguém antes lhe pedira nada parecido com isso.

- Sim, com muito prazer – ela respondeu – O que o senhor gostaria que eu perguntasse?

- Bem – o padre começou a dizer – a senhora poderia perguntar-Lhe qual foi o pecado que este padre de sua paróquia cometeu quando era jovem?

Agora, visivelmente curiosa, a mulher concordou prontamente.

Depois de algumas semanas, o padre voltou a visitar aquela mulher.

Depois de outra xícara de chá, ele perguntou com cautela e timidez:

- A senhora teve alguma visão recentemente?

- Sim, tive – ela respondeu:

- A senhora conversou com Deus?

- Conversei.

- Perguntou a Ele qual foi o pecado que cometi quando era jovem?

- Sim, perguntei.

O padre, nervoso e demonstrando certo temor, hesitou por um momento antes de perguntar:

- E o que Ele disse?

A mulher olhou para o rosto do padre e respondeu tranqüilamente:

- Ele me disse que não se lembra.